Como são 10 anos a acompanhar fotograficamente a vida de uma família

Este é provavelmente o artigo mais importante que publiquei e, por isso, é mais longo do que o habitual; afinal são 10 anos de história de uma família, desde a primeira vez que a fotografei, até hoje.

Isto que vos mostro hoje é a razão pela qual eu fotografo famílias.


Acompanhar fotograficamente o crescimento e a vida de uma família durante dez anos é tão incrível e um grande privilégio.

Desde a confiança inicial depositada em mim, enquanto desenvolvia as minhas competências como fotógrafa, até aos dias de hoje, em que a nossa relação se tornou de “fotógrafa e clientes” a “amigos, a quem ocasionalmente faço o registo fotográfico do tempo a passar pela sua vida enquanto família”.

A estreia em sessões fotográficas

Foi precisamente neste dia, 25 de outubro, há dez anos que fotografei a “minha primeira família”. Além disso, esta foi também a minha estreia a fotografar um recém-nascido – o pequeno Gil tinha apenas 10 dias quando isto aconteceu:

slider01-2011-10-25_G_Recem-nascido-1
slider01-2011-10-25_G_Recem-nascido-2
slider01-2011-10-25_G_Recem-nascido-3
previous arrow
next arrow

Após esta primeira sessão, acompanhei o primeiro ano do Gil em mais três sessões fotográficas, na qual é tão engraçado ver quanto cresceu! Incluindo o início dos seus primeiros passos…

slider02-2012-03-06_G_segunda_sessao-1
slider02-2012-03-06_G_segunda_sessao-2
slider02-2012-03-06_G_segunda-sessao-3
slider02-2012-06-23_G_terceira_sessao-1
slider02-2012-06-23_G_terceira_sessao-2
slider02-2012-06-23_G_terceira_sessao-3
slider02-2012-06-23_G_terceira_sessao-4
previous arrow
next arrow

O maior desafio que senti inicialmente foi o facto de ainda não saber muito bem como queria fotografar famílias; qual era o meu estilo de fotografia.
E isso vê-se bem na primeira sessão: foi uma sessão para testar as minhas capacidades e para perceber o que gostava mais de fazer. E é notório como a minha fotografia evoluiu desde então.

slider03-2013-01-26_G_quarta_sessao-2
slider03-2013-01-26_G_quarta-sessao-3
slider03-2013-01-26_G_quarta_sessao-1
previous arrow
next arrow

Agora, passados estes 10 anos, é-me muito claro o que me atrai mais na fotografia de família e o meu estilo está, obviamente, muito mais bem definido. 

Em janeiro de 2014, iniciei a minha primeira incursão “mais ou menos documental”, quando me voltaram a contactar para mais uma sessão fotográfica. Mas, desta vez, propus-lhes algo diferente: fotografá-los ao longo do dia. Desde o acordar da família até à hora da sesta do Gil – cerca de 5/6 horas de fotografia.
Assim, acompanharia a sua dinâmica familiar, a rotina e os momentos daquele dia. Eles aceitaram e aí fiz algumas das minhas fotografias preferidas até ao momento. E eles adoraram o resultado!

slider04-2014-01-11_dia_em_familia-1
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-2
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-3
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-4
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-5
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-6
slider04-2014-01-11_dia_em_familia-7
previous arrow
next arrow

Família a crescer

Meses depois, contactaram-me com a feliz notícia de que vinha aí mais um bebé, um irmãozinho para Gil – que estava super feliz com a ideia!
Deste forma, foi assim que aconteceram as sessões de maternidade que acompanharam a evolução da gravidez:

slider05-2014-09-05_primeira_sessao_gravidez_D-1
slider05-2014-09-05_primeira_sessao_gravidez_D-2
slider05-2014-12-13_segunda_sessao_gravidez_D-3
slider05-2014-12-13_segunda_sessao_gravidez_D-4
slider05-2014-12-13_segunda_sessao_gravidez_D-5
slider05-2014-12-13_segunda_sessao_gravidez_D-6
previous arrow
next arrow

Mesmo a tempo, já que, dias depois, nasceu o Diogo!
Novamente estive presente a registar o momento e a fotografá-los…Agora aos 4!
(Podendo até brincar um pouco com as fotografias do “antes e depois”):

slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-1
slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-2
slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-3
slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-4
slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-5-antes
slider06-2015-01-09_D_recem-nascido-5-depois
previous arrow
next arrow

Tal como aconteceu com o Gil, acompanhei a evolução do Diogo durante o seu primeiro ano de vida.
E assim fomos mantendo contacto e agendando sessões; o que permitiu que assistisse, não só ao crescimento das crianças, como à mudança da família para uma casa nova e à entrada, (em grande), de um novo elemento – de quatro patas – na sua vida: o simpático cão, o Roma!

slider07-2015-03-22_D_segunda_sessao-3
slider07-2015-03-22_D_segunda_sessao-2
slider07-2015-03-22_D_segunda_sessao-1
slider07-2015-03-22_D_segunda_sessao-4
slider07-2015-08-29_D_terceira_sessao-1
slider07-2015-08-29_D_terceira_sessao-2
slider07-2015-08-29_D_terceira_sessao-3
slider07-2015-08-29_D_terceira_sessao-4
slider07-2016-03-25_D_quarta_sessao-1
slider07-2016-03-25_D_quarta_sessao-2
slider07-2016-03-25_D_quarta_sessao-3
slider07-2016-03-25_D_quarta_sessao-4
slider07-2016-03-25_D_quarta_sessao-5
previous arrow
next arrow

A fotografia documental: Uma sessão “Um dia na vida”

Em 2017, quando decidi apostar na fotografia documental de família, fizemos uma sessão ”Um dia na vida” no verão.
Foi uma sessão muito engraçada e bastante especial: estavam prestes a irem viver para fora do país.
Apesar do entusiasmo da mudança, infelizmente não iriam poder levar com eles o seu cão, o Roma, por isso andavam à procura de alguém que pudesse ficar com ele.
…E nós lá em casa não resistimos e decidimos adotá-lo!

slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-1
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-2
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-3
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-4
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-5
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-6
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-7
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-8
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-9
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-10
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-11
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-12
slider08-2017-08-09_um_dia_na_vida-13
previous arrow
next arrow

Depois da mudança

Sempre que vêm a Portugal, matar as saudades do Roma é das primeiras coisas que fazem e, quando agendamos sessões, a presença dele é obrigatória.
Foi o caso desta sessão realizada em 2018:

slider09-2018-08-15_sessao_praia-1
slider09-2018-08-15_sessao_praia-2
slider09-2018-08-15_sessao_praia-3
slider09-2018-08-15_sessao_praia-4
slider09-2018-08-15_sessao_praia-5
slider09-2018-08-15_sessao_praia-6
previous arrow
next arrow

A última vez que os fotografei foi há pouco tempo. Mal a pandemia os deixou vir a Portugal, fomos dar um passeio, almoçar e brincar num final de manhã fantástico, cheio de sol. E o Roma foi connosco, claro. 

(E sim: os miúdos estão tão giros e tão crescidos!)

slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-1
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-2
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-3
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-4
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-5
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-6
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-7
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-8
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-9
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-10
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-11
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-12
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-13
slider10-2021-08-23_um_momento_na_vida-14
previous arrow
next arrow

Conseguir fotografar esta família durante todo este tempo e ver em imagens o seu crescimento é incrível – fico mesmo muito orgulhosa do que conseguimos fazer.

Como é óbvio, a ligação que tenho com eles já há muito que deixou de ser uma mera relação de “cliente”, bem mais do que isso!
(Então depois de terem confiado em mim para ficar com o Roma, ainda mais!)
Quando todos vêm cá, uma das primeiras coisas que fazem é vir cá a casa matar saudades do Roma e ele passa alguns dias com eles.
Existem trocas de mensagens e fotos no Whatsapp e há o convite para ir à Suécia fotografá-los – que gostava muito e que, espero, há-de acontecer!

É mesmo muito gratificante e difícil de acreditar em como tudo isto aconteceu… em dez anos!

Do ponto de vista profissional, rever estas fotografias e ver como as dificuldades iniciais se dissiparam, as técnicas se foram aprimorando e reparar no quanto evoluí como fotógrafa através dos anos é muito curioso e faz-me sentir orgulhosa do meu percurso.

Simultaneamente, assistir ao tempo a passar pela própria família, ao registar vários momentos da sua vida e da sua expansão, é um privilégio bem real: os tempos da maternidade de ambos os filhos, o registo do crescimento dos miúdos e da família, o cão que adotaram, capturar as suas rotinas, gestos e trejeitos, as diferentes casas onde viveram…

Estas são fotografias que realmente ficam para a história da família e este é o meu propósito enquanto fotógrafa.

O meu agradecimento especial por tudo o que em dez anos me proporcionaram, quer profissionalmente, quer pela amizade que inevitavelmente aconteceu e por continuarem a confiar em mim para que tudo isto seja possível.
Obrigada Catarina, Zé Miguel, Gil e Diogo.
Até breve!

Se também gostavam de pôr em prática a ideia da criação de um legado fotográfico assim da vossa família, vou adorar ajudar-vos.

4 comentários em “Como são 10 anos a acompanhar fotograficamente a vida de uma família”

  1. Brutal!
    Revejo-me tão bem nesse percurso! A evolução é notória, sempre para melhor!
    São momentos para a vida! 🙂

    Responder
    • Hehe, é verdade! Daqui a pouco é o Tiago a completar a década. Que privilégio o meu de vos poder fotografar durante todo este tempo.

      Responder
  2. Ana, nem sei dizer o que senti quando vi estas fotos! Obrigada, mil vezes obrigada !
    Grande abraço. Beijos aos seus meninos.

    Responder

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.