Risos genuínos | Dica de fotografia

Hoje partilho com vocês mais uma dica para conseguirem melhores fotografias da vossa família. Qualquer pai adora ter uma boa fotografia do seu filho a sorrir e para o fazer o que faz, na maioria das vezes, é pedir mesmo ao filho que sorria para a câmara. O resultado é sempre um sorriso muito forçado, nada real em que nada representa a personalidade da criança. A dica que partilho hoje é algo que eu faço imensas vezes nas sessões para conseguir ter alguns sorrisos e gargalhadas naturais que acabam sempre por resultar em fotografias que os pais adoram e fazem com que toda a família descontraia e desfrute da sessão.

A ideia é fazer do momento um jogo e uma brincadeira para os miúdos. Algo que resulta em 90% das vezes (depende também da idade) é jogar ao “sério” (o primeiro que começar a rir perde). Eu mesma jogo com os miúdos ou peço aos pais para entrarem na brincadeira. E o que acontece quando pedimos a uma criança para não se rir? Mais tarde ou mais cedo não vai aguentar e lança uma mega gargalhada.

Uma outra forma de conseguir um riso natural é pedir, por exemplo, que nos faça uma careta. Mas que não a faça já, que pense primeiro muito bem na careta mais feia que conseguir e que a faça só no final de uma contagem decrescente (ou contar até 3). Há que dar ênfase à importância da contagem decrescente, porque a antecipação e aquele sorriso de quem não pode rir e se está a preparar para fazer algo divertido resulta em grandes expressões. Para não falar do depois de se desfazer da careta em que sai, com certeza, mais uma gargalhada.

As imagens que se seguem são resultado deste tipo de brincadeiras.

E vejam (ou revejam) aqui todas as dicas publicadas até agora.

dica-fotografia-criancas-01 dica-fotografia-criancas-02 dica-fotografia-criancas-03 dica-fotografia-criancas-04 dica-fotografia-criancas-05

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*