Monthly Archives: Janeiro 2011

The Best Camera Challenge

Uma das coisas que eu mais gosto no meu iPhone é o facto de poder tirar uma fotografia, editá-la e partilhá-la no mesmo momento. Tenho o iPhone cheio de aplicações de edição de fotografia e penso que até tenho conseguido obter algumas imagens interessantes.

Uma das aplicações que mais uso é a BestCamera. Criada por Chase Jarvis, um fotógrafo americano que já mencionei por aqui, esta aplicação tornou-se nas mais populares porque, lá está, permite tirar uma fotografia, editá-la e partilhá-la na internet numa questão de segundos.

Agora, Chase Jarvis lançou um concurso: The Best Camera Challenge. São vários os prémios em jogo e eu resolvi submeter algumas das minhas imagens. Existe também um prémio para a fotografia mais votada pelo público. No entanto só é possível votar numa e só numa foto por pessoa registada. Aqui vai o link com as minhas fotos se quiserem votar :)

São estas as imagens submeti a concurso:

As primeiras de 2011

Ontem fui com um grupinho do Aveiro Foto Clube fotografar as luzinhas e o ambiente das festas de São Gonçalinho em Aveiro.

Aqui vão algumas (poucas) imagens que consegui obter:

A propósito do eclipse…

Esta semana ficou marcada pela ocorrência de um eclipse solar parcial. Infelizmente Portugal estava coberto de nuvens e ninguém o conseguiu observar. No entanto, o Big Picture compilou uma série de imagens fabulosas que podem ver aqui.

Muito antes de me meter nisto da fotografia, eu era (e ainda sou um bocadinho) obcecada pela astronomia. Há alguns anos era habitual pegar no meu telescópio e ir com um grupo de astrónomos amadores, o Proxima Centauri, fazer umas observações. Nos últimos tempos, confesso que a preguiça tem vencido e o telescópio tem andado “encostado”.

Alguns elementos desse grupo formaram entretanto uma associação de astronomia que podem visitar aqui.

Em Outubro de 2005 (já lá vão 5 anos, como é que é possível?) ocorreu um outro eclipse solar, dessa vez totalmente visivel em Portugal. No entanto, esse eclipse, apesar de a Lua se ter colocado entre a Terrra e o Sol, não foi total. Foi um eclipse anular: a Lua encontrava-se ligeiramente mais longe da Terra e não tapou totalmente o Sol, formando-se então um “anel”. Este foi um fenómeno que pude acompanhar na óptima companhia do grupo Proxima Centauri (ainda existe o registo desses momentos) e também fotografar.

Aqui vai o resultado final.

Para obter estas imagens foi utilizado um filtro especial que foi colocado directamente sobre a lente da máquina.